Todo Mundo Merece Morrer

by - 23:00

Você já entrou em um transporte público e ficou observando as pessoas tentando imaginar como deve ser a vida delas?
Esse livro me trouxe exatamente essa reflexão.
Um assassinato no metrô de São Paulo, treze vidas cruzadas. Cada indivíduo com suas certezas inquestionáveis e apenas uma verdade: ninguém é o que parece Treze vidas que se cruzam por acaso e se tornam ligadas por um assassinato. O massacre planejado é impedido por um corajoso jornalista. O padre ali presente logo chama socorro e abençoa a alma altruísta que ajudou a evitar a tragédia. Um pobre médico morreu, vítima de um crime sórdido, que acabou com a vida de um homem de bem. Felizmente os demais passageiros estão a salvo. A narrativa padrão, habitualmente construída pela sociedade, é deixada aos pedaços por Clarissa Wolff nesta história em que ninguém é o que parece. Nesse grupo heterogêneo de pessoas, uma coisa é certa: não há possibilidade de salvação.
Dentro do metrô de São Paulo, mais especificamente na linha verde, 13 pessoas estavam em um mesmo vagão, cada uma vivendo seus problemas, suas insegurança e enfrentando seus demônios interiores, quando por volta das 21:30, lá dentro, um homem é assassinado.

Não vamos ter uma trama sobre a investigação do crime, se precisam prender o assassino ou não, o livro é sobre pessoas ruins, que poderiam ter morrido naquele instante.

O livro vai trazer, os pensamentos e as ações e como foi o dia de cada um dos passageiros até o momento do assassinado.
Você fica impressionado como pessoas comuns, podem ser tão ruins, fazendo o mal para o outro de inúmeras formas diferentes, e não enxergarem isso como mal de fato.
Até onde o ser humano pode ir, é assustador.
Esse é um livro para se pensar. Traz um pouco de raiva, de angústia, me fez até rir no começo.
Cada uma das pessoas ali tinha um motivo grande para morrer, inclusive o próprio morto.

Se você conseguir ler em uma sentada será maravilhoso, porque é um livro bem curto até. Porém eu li picado, e isso fez a leitura ficar um pouco cansativa pelo fato de rebobinar a história 13 vezes até o momento do assassinato, eu fiquei um pouco interditada nesse quesito, mas confesso que a história é bom sim e vale a leitura.

Título: Todo Mundo Merece Morrer
Autor (a): Clarissa Wolff
Editora: Verus
Ano: 2018
Páginas: 168
Classificação: 4/5 ⭐

Gostou? Meu link de compra na Amazon está aqui embaixo, comprando por ele você me ajuda e não tem nenhum custo a mais. Obrigada :D

Talvez Você Goste

6 Comentários

  1. Olá, Brenda.
    Eu fiquei bastante interessada nesse livro quando lançou. Mas depois comecei a ler as resenhas e meio que desanimei porque li justamente sobre esse ponto que você citou de ser cansativo ler a história várias vezes. Mas quem sabeu eu ainda leia ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oi, Brenda!
    Eu acho essa capa maravilhosa. Eu me equivoquei com o assunto do livro quando ele foi lançado e agora que sei o assunto, acho que não faz muito meu estilo.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Oi, Brenda!
    Eu sempre gostei dessa capa, mas eu não sabia sobre o que ele falava. Agora que li sua resenha fiquei com muita mais vontade de ler! Já adicionei na minha listinha de leituras.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  4. Olá, Brenda!

    Talvez algum dia ainda leia. A história parece ser bem interessante, mas repetir a mesma coisa 13 vezes é um pouco complicado.

    Tenho uma relação de amor e ódio onde há "justiça", onde nos faça pensar se aquilo era o cero, mas enfim.

    Abraços.

    Ruby W.

    newsfallenbooks.com
    Instagram: @Blogfallenbooks

    ResponderExcluir
  5. Oiee!

    Siim, já fiz muito isso de imaginar como é a vida das pessoas. Quando tô pra baixo isso acontece ainda mais, porque a gente fica vendo o povo e pensando como a vida deles deve ser boa em relação a nossa... kkk

    Sobre o livro, parece muito legal a premissa, mas ficar repetindo treze vezes, para cada um deles, a mesma história deve ser cansativo mesmo.

    bjuu ♥
    Início de Conversa

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Menina, nem sabia que esse livro era nacional. To meio surpresa.
    Eu gostei da premissa e por ser curto, gosto dessas coisas, apesar de não haver a investigação em si.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, vou amar saber o que você achou!

Instagram