De Repente Esclerosei

by - 14:50

Não sei porque mas desde que vi o livro pela primeira vez eu já estava apaixonada sem ao menos ter lido. E depois de ler só amei mais ainda.
A capa traz uma leveza, uma pureza que me deu a sensação de juventude e alegria, com um título que  assim que vi achei divertido, não sabia ao certo do que se tratava, então achei que combinou super, não vejo essa história com outra cara.

Mas fui conhecer um pouco mais sobre a história e a autora e quando vi que se tratava de uma quase biografia eu fiquei de cara. 
No livro ela mesmo fala que não se trata de biografia e nem totalmente ficção, mas confesso que fiquei o tempo todo querendo adivinhar o que podia ter acontecido mesmo e o que não poderia.
Mitali Montez possui um arquivo pessoal de mágoas. Protege e ama incondicionalmente Aurora, sua melhor amiga e única família. É surpreendida pelo destino ao conhecer Dimitri Mifti, um moço com habilidades para derreter o seu coração gelado. O retorno misterioso do pai muda a perspectiva do seu passado, mas é através da adaptação com o diagnóstico de Esclerose Múltipla que ela percebe a necessidade do perdão para encontrar a paz que não sabia que precisava.
Mitali já tinha um histórico complicado em sua vida, já havia passado por muita coisa que fez com que muita magoa e outros sentimentos ruins fizessem parte de você.
A única família que tinha era Aurora sua melhor amiga desde a infância. Elas moravam juntas e dividiam a vida assim desde que sua mãe e os pais de Aurora faleceram.
Seu pai ainda era vivo mas não tinham nenhum tipo de relacionamento, já não tinha noticias dele a muito tempo.

Temos que viver cada dia como se fosse o último e é isso que o livro no faz pensar, em como podemos ser melhores, valorizar quem está a nossa volta e aproveitar a cada momento.

Um livro que despertou sentimentos em mim que há muito tempo não sentia lendo. Fiquei emocionada muitas vezes, me via sendo amiga de cada um deles. Chorei quando as coisas começaram a ficar difíceis por todos os lados.
Chorei porque imaginei o que pessoas que tem parentes com câncer ou até mesmo a pessoa que tem a doença devem passar. Como sentir que esta perdendo um pouquinho do você mais ama a cada dia.
Como viver sem saber quando será a última vez que fecharemos os nossos olhos? Consegue entender?
Ela trabalhava em um café dentro de uma livraria, um lugar aparentemente simples mas era onde se sentia bem, e gostava do que fazia e principalmente das pessoas que faziam parte daquele lugar, como seu chefe e amigo Sr. Braga, ele fazia parte de sua vida como um pai e a tratava como filha, isso achei incrível e fiquei até um vontade de ter um desses chefes pra mim rs.
Logo surge Dimitri em sua vida um rapaz feito todinho de amor, que logo de cara se apaixonou por ela e provou que anjos existem de verdade e na hora certa Deus os coloca em nossa vida.
Esteve com ela em todos os momentos, eu fiquei apaixonada por ele, foi aquele personagem que deu vontade de tirar do livro e levar pra vida.

Mitali começa a sentir pequenos sintomas da doença que estava prestes a fazer parte do resto de sua vida.
Começou com formigamentos tímidos até fazer com que ela precisasse de fato procurar tratamento, o que fez com que sua vida virasse de ponta cabeça novamente, e precisava aprender a sobreviver com todas as mudanças que estavam por vir.

Outra doença que me fez pensar muito durante a leitura, tendo o ponto de vista de uma pessoa que era obrigada a conviver com ela.

Seu pai aparece em sua vida novamente, isso trás atona sentimentos que ela estava tentando guardar e esquecer. Mas só fez com que ela amadurecesse e evoluir como pessoa, perdoando a pessoa que a tinha feito sofrer por muitos anos.
Ninguém é perfeito, mas todos temos um lado bonito, o que nos torna iguais e sem direito a julgamentos.
Tem tantos aprendizados e momentos importantes neste livro que não sei nem descrever somente a história sem falar de todos os sentimentos que me cercaram quando li.

Em meia a uma grande dificuldade que surge ao longe de sua jornada já muito complicada, ela descobre através de Dimi, que uma lenda no Japão dizia que se você fizesse 1.000 Tsurus (pássaros de papel) teria direito a um pedido,  esse pássaros traziam uma simbologia muito importante para eles. E com isso mesmo sabendo que podia se tratar apenas de um lenda, não podia perder nenhuma chance de ter um desejo tão importante em sua vida realizado.

Uma História tão real, tão necessária, e ao mesmo tempo cheia de magia não tem como não amar cada página deste livro.

Parabéns para a autora, não a conheço pessoalmente mas me senti pertinho dela através dessa obra. Além de ser uma pessoa incrível, produziu uma obra tão incrível quanto.


Gostou? Meu link de compra na Amazon está aqui embaixo, comprando por ele você me ajuda e não tem nenhum custo a mais. Obrigada :D

Ebook Amazon: De Repente Esclerosei 
Livro Físico: @Livrodre



Título: De Repente Esclerosei
Autor (a): Marina Mafra
Edição: Independente
Ano: 2018
Páginas: 269
Classificação: 5/5 ⭐ Favorito

Talvez Você Goste

3 Comentários

  1. Bren, sua linda!! Que felicidade ler essas palavras. É o tipo de coisa que faz a vida valer a pena, sabe? Se for pra no meio do caminho cruzar com pessoas como você! Obrigada por tanto carinho com a história e comigo! Essa resenha estará sempre no meu coração!

    Muitos beijos 💓

    ResponderExcluir
  2. Oii Brenda!

    Que história incrível! Eu fico bastante tocada com as histórias de quem tem essa doença, porque é algo tão inesperado e que muda a vida das pessoas de uma forma tão brusca e irremediável, que chega a dar uma dor no coração de pensar...

    O livro deve ser maravilhoso, e eu fiquei muito a fim de lê-lo.

    Bjinhos ♥
    Início de Conversa

    ResponderExcluir
  3. Ahh que resenha linda, eu baixei o e-book na Amazon uma vez que ficou gratuito mas até então não tinha lido, agora já fiquei bem interessada e já vou colocar na lista :)

    https://www.submersaempalavras.com/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, vou amar saber o que você achou!

Instagram